DEC.LEI Nº344/97

TODOS OS TEXTOS SÃO DA PROPRIEDADE DO AUTOR E ESTÃO REGISTADOS AO ABRIGO DA LEI DA PROTECÇÃO DOS DIREITOS AUTORAIS E PROPRIEDADE INTELECTUAL. INCORRE NO CRIME DE CONTRAFACÇÃO QUEM SE APROPRIAR, COPIAR, PLAGIAR E MENCIONAR NO TODO OU/E EM PARTE OS TRABALHOS AQUI PUBLICADOS, EM CONFORMIDADE COM O CÓDIGO DE DIREITOS DE AUTOR E DOS DIREITOS CONEXOS.
.
.
.
Escrever é poder amar-te



quarta-feira, 5 de março de 2008

COMO UM CONTRATO

Dividíam cama, mesa e salário. Espaços também. Dividíam diálogos não interrompendo o outro e tão pouco discordando. Davam beijos no rosto pela manhã e à despedida da noite. Aceitavam a gordura e a calvicie. Mas nunca revelaram que tinham sonhos e ânsias e vontades e desejos e gostos e desgostos. Quem os visse chamavam-lhe o casal perfeito.

3 comentários:

impulsos disse...

E há tantos assim...
Parecem perfeitos aos olhos de quem os admira, mas desconhecem os segredos que se escondem por detrás da alma de cada um!
Gestos repetitivos, enchem-lhes os dias de rotineiros (des)encantos, maravilhando os olhos de quem deles fazem um exemplo de casal perfeito.
Mas as noites não lhes pertencem... soltam-se dos seus corpos e voam rumo a um outro mundo onde cada um se imagina e ao qual o outro não pertence...

Beijo

Moonlight disse...

O resto perdeu-se no tempo...

Deixo o meu traço de luz
Beijo

Bichinho disse...

" Aparências "
Beijo fantasma.