DEC.LEI Nº344/97

TODOS OS TEXTOS SÃO DA PROPRIEDADE DO AUTOR E ESTÃO REGISTADOS AO ABRIGO DA LEI DA PROTECÇÃO DOS DIREITOS AUTORAIS E PROPRIEDADE INTELECTUAL. INCORRE NO CRIME DE CONTRAFACÇÃO QUEM SE APROPRIAR, COPIAR, PLAGIAR E MENCIONAR NO TODO OU/E EM PARTE OS TRABALHOS AQUI PUBLICADOS, EM CONFORMIDADE COM O CÓDIGO DE DIREITOS DE AUTOR E DOS DIREITOS CONEXOS.
.
.
.
Escrever é poder amar-te



quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

FASES

Esta noite não lhe digam nada que se dobra sobre si mesma, encaracola-se, as pontas tocando o que de extremos foi, míngua na plenitude e mirra na luz, abriga-se no manto azul do veludo nocturno e tira folga. Lá no alto mira a lua, um C ao contrário como o que lhe vai por dentro, um avesso que serve de direito na dor da solidão. Pena que o coração nunca tire folga.

3 comentários:

Papoila disse...

Pois ...nunca tira folga mesmo.

BF

Whispers in night disse...

Ola linda!

Devia, mesmo devia tirar folga, descansar....tantas vezes ele cansado ja nao e responsavel por as escolhas erradas que faz
mil beijinhos com carinho
Rachel

Anónimo disse...

Pena que o coração pareça uma coroa de espinhos...

beijos...volto^^