DEC.LEI Nº344/97

TODOS OS TEXTOS SÃO DA PROPRIEDADE DO AUTOR E ESTÃO REGISTADOS AO ABRIGO DA LEI DA PROTECÇÃO DOS DIREITOS AUTORAIS E PROPRIEDADE INTELECTUAL. INCORRE NO CRIME DE CONTRAFACÇÃO QUEM SE APROPRIAR, COPIAR, PLAGIAR E MENCIONAR NO TODO OU/E EM PARTE OS TRABALHOS AQUI PUBLICADOS, EM CONFORMIDADE COM O CÓDIGO DE DIREITOS DE AUTOR E DOS DIREITOS CONEXOS.
.
.
.
Escrever é poder amar-te



domingo, 30 de dezembro de 2007

VOTOS

Para o próximo ano não quero nada especial, nenhum sonho dificil de realizar, nem carros nem jóias nem promoções. Não quero ser outra, nem melhor nem pior. Quero um ano novo cheio de coisas que já saiba, um amigo que me prenda a mão, uma flor fora de celebrações, uma chuva em pleno Agosto, o olhar de um estranho, uma velha música trauteada na fila de trânsito, fazer amor ao romper da aurora, tomar um vinho fora da refeição, descobrir palavras em livros esquecidos, adivinhar na lua muitos homenzinhos, ser livre para dizer não e dizer sim, arrepiar-me pela quinquagésima vez com Fred Astaire, chorar porque estou triste e rir porque estou feliz. No fundo, tudo simples. Basta agora que os amigos cheguem, que se lembrem do meu aniversário, que a praia fique deserta, que se deixe de olhar para o umbigo, que haja tempo para a música, que eu me apaixone, que tenha tempo de sentar para comer, que ainda sonhe, que sobre tempo de nada fazer, que me seja permitido ser quem sou, que a vida não me endureça e tudo seja tão simples, tão simples que nos esquecemos.

3 comentários:

Paulo Sempre disse...

"nem carros nem jóias nem promoção"; "Fred Astair"; "um amigo que me prenda a mão".
A vida não se deve retardar no ontem. Há sempre uma estrela no horizonte futuro...
Porém, o que nos desassossega é levar uma vida atrás dela enquanto, com o olhar ceguinho de choro, sentimos, a queda das expectaivas a "rasar" o chão como as folhas das árvores no Outono...
Ano, após ano falam-nos de esperança mas...para "travar" o «grito» que ecoa nos labirintos do desespero.
Ao "romper da aurora" quase sempre se descobre a realidade que não estava no sonho...que veio a meio da noite...
Espero que 2008 seja o ano do regresso à infância e à pureza das verdadeiras e puras amizade...
Feliz 2008

Van Dog disse...

Lindo.
Um bom ano para vocês!

impulsos disse...

Que assim seja!
São os meus votos sinceros também.

Escreves com arte e é sempre um prazer ler cada texto teu!

Beijo