DEC.LEI Nº344/97

TODOS OS TEXTOS SÃO DA PROPRIEDADE DO AUTOR E ESTÃO REGISTADOS AO ABRIGO DA LEI DA PROTECÇÃO DOS DIREITOS AUTORAIS E PROPRIEDADE INTELECTUAL. INCORRE NO CRIME DE CONTRAFACÇÃO QUEM SE APROPRIAR, COPIAR, PLAGIAR E MENCIONAR NO TODO OU/E EM PARTE OS TRABALHOS AQUI PUBLICADOS, EM CONFORMIDADE COM O CÓDIGO DE DIREITOS DE AUTOR E DOS DIREITOS CONEXOS.
.
.
.
Escrever é poder amar-te



quinta-feira, 13 de março de 2008

EXPLOSÃO DE TI

O que dela era pegada envasada reconstruiu-se da matéria dele: quanto mais ele a beijava mais ela sorvía daquele sémen, uma dor quase rasgada no nascimento parido dele. Completou-se na integra quando a palma lhe pousou no mecanismo traiçoeiro que bombeava para as veias sentindo ali a um toque a explosão eminente. Viu-o à sua frente desfalecer em lama, deixou-o mesmo abismar-se em si mesmo e quando já só restava um contorno e cacos de um vaso de transplante deixou-se caír sobre a terra, cobriu-se com as bátegas de água e copulou-o. Ai voltaram a ser dois, cada um renascido no outro. Gemeram as raízes na pele, olharam-se e deram as mãos.

1 comentário:

Nocturno disse...

Uma explosão de amor...