DEC.LEI Nº344/97

TODOS OS TEXTOS SÃO DA PROPRIEDADE DO AUTOR E ESTÃO REGISTADOS AO ABRIGO DA LEI DA PROTECÇÃO DOS DIREITOS AUTORAIS E PROPRIEDADE INTELECTUAL. INCORRE NO CRIME DE CONTRAFACÇÃO QUEM SE APROPRIAR, COPIAR, PLAGIAR E MENCIONAR NO TODO OU/E EM PARTE OS TRABALHOS AQUI PUBLICADOS, EM CONFORMIDADE COM O CÓDIGO DE DIREITOS DE AUTOR E DOS DIREITOS CONEXOS.
.
.
.
Escrever é poder amar-te



quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

OVO

Esconde-me dentro de ti. Não quero ver o mundo, nem os homens, nem sentir os gritos e a dor que não sendo minha abre chagas, sangra e magoa. Quero voltar para dentro de ti, protegida nesse casulo de água morna, abafada de choros escorridos na perdição do olhar e das cores e também do sol que se esquece e deixa a noite profunda cegar o coração.

2 comentários:

Lu@r disse...

Um retorno às origens é talvez o melhor desejo quando já nada faz sentido.

poetaeusou . . . disse...

*
estou contigo
,
ovo a vida,
a vida sem sentido,
ou
o ovo, de colombo . . .
,
conchinhas
*