DEC.LEI Nº344/97

TODOS OS TEXTOS SÃO DA PROPRIEDADE DO AUTOR E ESTÃO REGISTADOS AO ABRIGO DA LEI DA PROTECÇÃO DOS DIREITOS AUTORAIS E PROPRIEDADE INTELECTUAL. INCORRE NO CRIME DE CONTRAFACÇÃO QUEM SE APROPRIAR, COPIAR, PLAGIAR E MENCIONAR NO TODO OU/E EM PARTE OS TRABALHOS AQUI PUBLICADOS, EM CONFORMIDADE COM O CÓDIGO DE DIREITOS DE AUTOR E DOS DIREITOS CONEXOS.
.
.
.
Escrever é poder amar-te



terça-feira, 23 de outubro de 2007

PRINCIPES&PRINCESAS

Malha, laçada, malha, deixa caír, laçada, apanha duas, malha, conta-me uma história, que história queres tu que te conte, laçada, malha, deixa caír, uma de principes e princesas, ah de principes, sim e também de princesas, está bem, laçada, era uma vez uma princesa que sonhava com um principe, e o principe não sonhava com ela, não, só a imaginava de vez em quando como nas histórias, apanha duas, malha, e depois, bom depois um dia encontrou-a num reino tão perto, tão perto, tão perto que se fazía longe, não percebo, malha, laçada, quer dizer que ele já conhecera muito reino menos o que estava junto ao seu coração por isso não lhe dava grande valor, deixa caír, e depois, depois encontraram-se num dia de chuva e abrigaram-se os dois num tronco oco de uma árvore, o que é oco, é o que espera ser ocupado, cheio, recheado, laçada, apanha duas, e depois, depois olharam-se nos olhos e ficaram com os corações colados dentro da árvore e a árvore voltou a ter um tronco forte que podía suportar ventos e tempestades, malha, malha, laçada, oh conta outra história de principes e princesas, não posso, apanha duas, porquê, malha, porque assim quando fores grande vais saber onde está o teu principe de encantar e não é numa história, malha, laçada, malha... PORQUÊ?

6 comentários:

Alecrim disse...

Gosto deste blogue, minha querida! Muito. Tinha saudades de te ler neste registo e poder comentar.
Um beijo.

Dias disse...

Adoro a construção do texto, genial a ideia.

O conceito iconico do Tronco Oco é lindissimo, claro, mas não o consigo projectar, encaixar, num todo.

O par encontra o sentir num tronco oco, que por si enchido se fortalece.

Não faz sentido que o Tronco Oco seja o Amor porque o Amor não se fortalece com actos de outrem, é um estar egoista!
Portanto é uma ferramente para se revelarem os Amores, ferramenta que portageia bem caro quem a descobre.
Talvez o Tronco seja o Blog...mas não me descodificava o "PORQUÊ?"... enfim, não te sei responder.

Beijo de quem gostou de te ler

Van Dog disse...

Uauff!

Eärwen Tulcakelumë disse...

Meu vôo é solo,gosto de percorrer terras distantes... pois distante é o meu mundo incandescente.

Vim aqui trazida por uma suave brisa que me fez sair do meu descanso, venho e leio aqui um conto lindo que faz sonhar ao coração que ama...e não podemos deixar morrer!!!

Feliz é tua inspiração! Então continue e digo que mais vezes virei.

Recebe assim a primeira pérola incandescente de inspiração banhada no rio de lava que em meu mundo corre.

Eärwen
23.10.07

poetaeusou . . . disse...

*
malha, laçada, malha...
traçada, em quê . . . ?
*
bji
*

Papoila disse...

Malha laçada ...bago de arroz ...ponto de meia ...novelo de lã ou novelo de vida

Beijos
BF