DEC.LEI Nº344/97

TODOS OS TEXTOS SÃO DA PROPRIEDADE DO AUTOR E ESTÃO REGISTADOS AO ABRIGO DA LEI DA PROTECÇÃO DOS DIREITOS AUTORAIS E PROPRIEDADE INTELECTUAL. INCORRE NO CRIME DE CONTRAFACÇÃO QUEM SE APROPRIAR, COPIAR, PLAGIAR E MENCIONAR NO TODO OU/E EM PARTE OS TRABALHOS AQUI PUBLICADOS, EM CONFORMIDADE COM O CÓDIGO DE DIREITOS DE AUTOR E DOS DIREITOS CONEXOS.
.
.
.
Escrever é poder amar-te



segunda-feira, 17 de março de 2008

DESTINO

De mim talvez um dia alguém se lembre de descobrir no meio de tantas linhas emaranhadas pelo passar dos anos a tricotá-las em cadernos e sebentas, em papéis de embrulho a flores da estação, em cantos de jornais picotados no folhear ou até mesmo no bilhete simples de uma viagem de eléctrico, pequenos pedaços do que fui e os junte como cartas separadas dos seus envelopes, adivinhando o envio e a morada.

2 comentários:

marisa disse...

serão como pedrinhas que vais largando pelo caminho...

marisa

Eärwen Tulcakelumë disse...

Destino... quisera poder alterar algumas rotas...

Pérolas incandescentes de boas rotas.

Eärwen